10 setembro 2008

Um pouco de bom senso talvez, não?

Entrou hoje em funcionamento o LHC, Large Hadron Collider, o acelerador de partículas mais potente do planeta, tendo já recebido os seus primeiros feixes de protões.
O LHC consiste num túnel circular de 27 km, localizado sob a fronteira entre a Suíça e a França e usa poderosíssimos ímãs, construídos com tecnologia de supercondutores, para acelerar feixes de partículas até 99,99% da velocidade da luz. 99,99%! A ideia por trás do acelerador é produzir um feixe de prótons em cada direcção para colidi-los quando estiverem em máxima velocidade. O impacto seria capaz, de acordo com os cientistas envolvidos no projecto, de simular condições próximas às que existiram logo após o Big Bang, gerando um sem-número de partículas elementares, desconhecendo no entanto como é que serão estas partículas nem os seus efeitos.
Ora aqui é que está o busilis da questão. Em Agosto passado, um grupo de cientistas apresentou uma queixa do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos para que não se iniciassem as experiências neste acelerador afirmando que a colisão de partículas poderia provocar a aparição de pequenos buracos negros, capazes de aspirar o planeta e fazê-lo desaparecer. Em Março já tinha entrado num Tribunal dos Estados Unidos outro processo com o mesmo propósito.
Podemos ficar descançados por enquanto, porque durante alguns meses as experiências serão somente de direccionar os feixes numa única direcção, como hoje, e atingir a velocidade desejada gradualmente. Só então, e certamente haverá um anúncio oficial relativamente à data, é que será feita A experiência.
Não sei quanto a vocês, mas na minha opinião existir o risco, por mais ínfimo que seja, de se produzir um buraco negro que aspira o planeta parece-me um bocado elevado. Não é dizer que o LHC vai explodir, ou que vai desaparecer parte de Genebra ou da Suiça mesmo, o que já era mau. Não. Estamos a falar do planeta Terra desaparecer literalmente. É que aqui não há propriamente lugar ao erro ou às margens de risco. O cientista em frente ao computador não vai poder dizer: "Eh pá afinal aqueles gajos é que tinham razão".
Não me parece boa ideia. Com tanta coisa para investigar, tanto onde investir (o projecto custou ente 3 a 10 mil milhões de euros) acho que estar a correr o risco, mesmo que 0,0001%, do planeta desaparecer é um bocado elevado. Não sei, parece-me. Mas isto sou eu.
Portanto se um belo dia virem as vossas chávenas de café a desaparecerem perante os vossos olhos, os computadores tornarem-se invisíveis ou estarmos de repente todos nús na rua, num processo de aspiração gradual, já sabem: é o fim do mundo.
... So long, fair well , aurf weidesen, goodbye...

18 Comments:

Anonymous Mary said...

Hoje quando estava a ler o público ocorreu-me exactamente a mesma e coisa e eles nem sequer mencionam as queixas apresentadas nos tribunais. "E se aquela m**** provoca outro Bing bang?" Não só destruímos o palenta terra como todo o sistema solar... o que é capaz de não ser bom, mas isso sou eu!

11:28  
Blogger G! said...

mary, se destruir a terra...estou-me a marimbar para o sistema solar.

11:36  
Blogger nat said...

Eles procuram a particula de Deus. E na volta, com essa do buraco negro, acabamos é todos por "encontrá-LO" :-P Concordo, que riscos desses nao valem a pena. Melhor esperar até que a tecnologia se desenvolva ao ponto de nao haver riscos como o de desaparecermos todos!
Enfim...

http://www.spiegel.de/international/
europe/0,1518,577219,00.html

12:23  
Blogger G! said...

nat, bem-vindo novamente.

pois, a "partícula de Deus", ou bosão de Higgins de acordo com os especialistas, é muito bonito mas quando envolve a Humanidade acho melhor pensarmos duas vezes. Se imaginarmos uma balança onde de um lado estão as fantásticas descobertas científicas que se podem fazer e do outro o risco do Planeta Terra desaparecer....quer dizer....a escolha parece-me óbvia. Mas isso sou eu.

-"It is a radio for speeking with God"
-"You want to talk to God?"

Indiana Jones

12:31  
Blogger Patioba said...

Se calhar, era de aproveitarmos para fazer todas aquelas coisinhas que sempre quisemos e nunca tivémos coragem.... digo eu, procurando não Deus, mas apenas uma luz neste túnel interminável e com obstáculos variados em que me movo nos últimos tempos....

12:39  
Anonymous Mary said...

Patioba: o tunel não é interminável, tem 27 km de comprimento e a luz não está no fundo, acelera às voltas no sentido dos ponteiros do relógio!!!
Sim, pelo sim pelo não, vão começando a vossa lista de coisas para a fazer antes do restart universal!
Olha, eu tenho de ir buscar a roupa à lavandaria!

12:57  
Blogger G! said...

mary, acho que a luz ao fundo do túnel interminável não era num sentido literal, um bocado mais abstracto.

to do list?

confessar os nossos pecados talvez devesse ser a prioridade nº1, antes da roupa na lavandaria, no caso de Deus existir...ou de ser encontrado.

e se fôr a partícula do Diabo?

13:10  
Anonymous Mary said...

G: eu sei que a luz ao fundo do tunel não era no sentido literal, mas a situação presta-se a estes trocadilhos.

Quanto à lista, ainda não se tinha falado nisto tudo já eu tinha feito a minha "listinha" que nada tem a ver com o encontro com Deus ou o Diabo, mas sim o encontro comigo com o meu paraíso pessoal!

15:09  
Blogger G! said...

pois...mesmo que não seja o fim do mundo talvez seja bom termos todos uma "to do list" permanente, no caminho da nossa felicidade.

15:14  
Blogger b said...

Assunto interessante, obviamente. Não sou conhecedora dos pormenores o suficiente para me conseguir sentir à vontade de poder deixar uma opinião quanto À experiência. No entanto, concordo que a "to do list" deve estar presente no dia-a-dia, sendo que até me atrevo a dizer que a mesma deveria ser revista todos os dias ao pequeno-almoço. Afinal de contas nunca sabemos quando podemos ser aspirados por um "desacaso" da vida.

Gostei!
b

22:06  
Blogger nat said...

Para saber um pouco mais sobre pormenores e a experiencia em si:
http://news.nationalgeographic.com/
news/2008/09/080910-collider-success.html
Ou na NG portuguesa de Marco 2008:
http://ngm.nationalgeographic.com/2008/03/god-particle/achenbach-text (em ingles)

Sem intencao de publicidade, acho que a NG tem bons artigos (para publico geral) publicados antes dos assuntos se tornarem hip

01:24  
Blogger G! said...

obrigado nat

10:08  
Blogger blOOmproject said...

Obrigada também. Fiquei curiosa e vou já lá espreitar o tema!

11:33  
Anonymous Anónimo said...

este blog é que está a bombar tipo big bang!!!!!
VIva o G!
bjs
minstrel

15:48  
Blogger G! said...

Olá Minstrel. A bombar mesmo!

16:47  
Blogger b said...

É por causa do tema...BANG - BIG - BANG! Queremos todos tornarmos-nos BIG sem sermos atingidos por um BANG.

:o)

(desculpem a veia humorística...n resisti)

19:07  
Blogger purita said...

são as chamadas ideias peregrinas...ils sont fous!

00:09  
Blogger Giso said...

Tantos velhos do restelo...
Nao ha' perigo algum.
E terra vai desaparecer mesmo, daqui a uns milhoes de anos.
E a humanidade tb se explode um super vulcao.
E' melhor comecar a pensar em alternativas, lol
Bjs

14:23  

Enviar um comentário

<< Home