15 fevereiro 2007

What's up doc?

Há coisas nas séries televisivas de suspense e investigação que me irritam de sobre maneira.
A principal é que, dependendo do tipo de seriado, o caso é sempre resolvido como convém aos zelosos argumentistas.
Assim numa série que envolve advogados, são sempre eles que, visitando o local do crime, descobrem preciosas pistas "esquecidas" por detectives incompetentes e acabam por perseguir o criminoso até à barra dos tribunais e consequente condenação. Aqui o detective e a polícia raramente aparecem.
Noutra série de detectives, são eles que, chegando ao local do crime, verificam que a unidade forense não teve em conta o precioso pormenor da beata deixada no cinzeiro a partir da qual vão resolver toda a tramóia (que bela palavra esta: "tramóia") e prender o criminoso. Que se lixem os advogados, o CSI e a polícia de giro, aqui são eles os "donos da bola".
Noutro seriado, são os competentes gajos do Crime Scene Investigation que resolvem tudo de fio a pavio graças à valiosa mucosa do criminoso deixada por cima da parapeito da janela da esquerda. Perseguem-no por todo o lado até à captura, a polícia assiste a tudo de braços cruzados bastando aparecer na cena final. Os advogados nunca aparecem, nem sequer são mencionados a não ser para tentar defender os seus clientes crápulas.
Noutras, por fim, é o mero cidadão comum que não confia no sistema policial ou judicial e decide investigar por conta própria o assassínio da vizinha, encontrando indíces que ninguém tinha descoberto até então, desfiando o profundo meandro de um complot que levaria à morte do Presidente. Os detectives, o CSI e os advogados só servem para atrapalhar.
Em que é que ficamos?

6 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Já pensaste escrever um livro com todos os textos que aqui apresentas?
Eh, eh, eh, e meu, e meu, e meu, o primeiro comemtário e meu. Finalmente Pinochet vai na frente
Marisol vai um shotzinho? de melão, pois o outro dá-te dores de cabeça (Chocolate com pimenta).

15:24  
Blogger G! said...

se já pensei escrever um livro? NÃO PENSO NOUTRA COISA!?

tou a gozar claro, acho que os meus textos não têm interesse para editar em livro, e daí? quem sabe..

nem refiras chocolate com pimenta que fico longo zonzo, além de que "Chocolate com Pimenta" parece o nome de um filme daqueles x-rated.

Abraço

16:24  
Anonymous Anónimo said...

aqui a marisol só bebe de melao senao...
Acho que o pinocha tem tazao, tens que escrever um livro, e já agora chamado "Chocolate com Pimenta", é Best Seller name.
bjs
mari

16:48  
Blogger Giso said...

Tens e' que ver o Law & Order.
Ai, cada um tem o seu papel.
Viste? Dizias mal mas se calhar e' mais coerente que todas as outras.

Bjs

Bebam de maracuja!

00:40  
Blogger Bee said...

G!, na tentativa de escrever um livro ainda sai o meu primeiro que o teu - e olha que o meu ainda vai levar mais 15 anos a ser escrito... ;-)

Bjs

03:07  
Blogger G! said...

Giso, olá olá, seja bem aparecida? Como vai a "pax americana"?

Tens razão, e lembrei-me do Law&Order, mas como tem um rol sem fim de actores que não suporto, não sei bem porquê mas não suporto, não consigo ver a série. Mas mesmo assim, acho que não há CSI ao barulho, só detectives e advogados.

Bee, pois então o meu leva 16. Mas o que me espanta é pensarem que estes textositos da treta sejam válidos para um livro. Almejo mesmo assim algo superior.

10:22  

Enviar um comentário

<< Home