01 julho 2008

O preço do barril

Há sempre razões para o preço do barril de petróleo subir.
No passado era o pavor de que a Coreia do Norte tivesse a bomba atómica. Ontem era a preocupação da crise financeira do sub-prime. Hoje são os receios de um ataque ao Irão. Amanhã será provavelmente o temor de uma excassez de bens alimentares. No futuro a angústia de um colapso das praças financeiras.
Uma coisa é certa: andamos cheios de medo.

2 Comments:

Blogger Humor Negro said...

O que é perigoso nesta história do petróleo e dos bens alimentares é a aplicação de uma lógica lógica de mercado perversa e sem controle.
O binómio de oferta/procura que regulou o mercado desde sempre até hoje (que era de controlo mais ou menos fácil) foi substituído pela especulação pura. E quando as coisas estão entregues à especulação sobem porque sim e baixam porque sim, sem qualquer influência de absolutamente nada. Como regular e controlar nada? Eis a questão. Eu proponho a aplicação de cargas de C4 em áreas-chave. Sim, porque com Tasers não vamos lá.

12:06  
Blogger G! said...

É uma boa sugestão, embora de difícil aplicabilidade, mas o problema é que as cargas de C4 podem meter medo, e como metem medo...o preços vão aumentar.

12:22  

Enviar um comentário

<< Home