04 junho 2008

Síndroma da tuguicite aguda

O problema neste país, além das dívidas, do rácio de endividamento, do aumento escandaloso do lucro dos bancos e das gasolineiras, das merdas de governos que passam e repassam, dos políticos fecais que abundam, dos buracos nas estradas, das obras na A1 que não acabam nunca, nem que nunca hão-de acabar, da merdaleja, dos couratos cheios de pelos, dos frascos com mostarda ressequida, dos pescadores que pescam para sobreviver, sobrevivem para pescar e que não ganham um tusto furado para poder comer e pescar, da Manuela Ferreira Leite, do Sr. Lopes e do Sr. Jardim, dos grafittis que descaracterizam o bairro alto, dos impostos que nunca mais acabam e que não servem para nada, só pode, do sistema de saúde decadente e que se aproxima da falência do estado social, entregue à mão dos privados, dos cortes de cabelos à neoliberal de esquerda que ninguém percebe de onde é que aquilo vem nem para onde vai, dos carros podres que passam a inspecção, da poluição contínua, das praias não vigiadas, dos caracóis, dos gajos que continuam a arrumar os nossos carros apesar de haver parquímetros, do mau tempo e da chuva que nunca mais acabam porra!!, dos bancários de meia tigela armados em banqueiros novos-ricos, da proliferação de restaurantes e mais restaurantes, então afinal há dinheiro?!, do IVA que podem bem enfiar na peida, do IMI, dos prédios abandonados, dos centros urbanos desertos e à mercê de especuladores sem escrúpulos, dos lares de idosos com mais idade que a soma das idades dos seus ocupantes, comida fria para peles frias, dos dejectos de pássaros, da falta de vegetação nas cidades, do desordenamento territorial, dos subsídios para não produzir, das empresas estrangeiras que fogem, dos funcionários públicos que proliferam como cogumelos, da ASAE com o seu excesso de zelo, do processo Casa Pia que nunca mais acaba, dos ordenados mínimos que não chegam nem para o mínimo, do Pinto da Costa, do Major, do filho do major, irreal social, da puta que os pariu!, além de tudo isto, e mais um pouco, o problema são os portugueses que dizem que estão fartos deste país.
Eu estou farto de pessoas que estão fartas deste país, mas que nada fazem para o alterar.

7 Comments:

Blogger MIN said...

Bravo!

11:46  
Blogger purita said...

e o que sugeres?:)

12:12  
Blogger G! said...

sugiro que deixem de estar fartos e do something about it! pode ser ajudar uma associação de caridade, pode ser acolher animais, pode ser o que quizerem, mas parem de choramingar e façam algo para mudar.

12:33  
Blogger Giso said...

Deixa la' que vem ai o europeu...
Um dos tres efes para animar a malta.
Agora mais a serio.
Ha uns tempos ouvi uma frase do 2o presidente dos USA que me deixou a pensar. A frase foi especialmente oportuna nesta altura de eleicoes em que eu me questiono o que leva uma pessoa a aturar 6 meses de campanha intensiva. O que os motiva? Para mim e' ambicao. Bom, mas dizia o John Adams, "se os homens bons nao fazem (e disponibilizam para fazer) o trabalho (leia-se de governacao) outros o farao". E e' o que se passa em portugal.
Bjs

14:34  
Blogger Bluedog said...

G! Uma pequena história ( dá-me ideia de que não estou a respeita o acordo ortográfico..):

um empregado bate à porta do Sr. director, pede licença para entrar e respeitosamente cumprimenta-o dizendo "Bom dia, sr. director" e ouve como resposta:

PORQUÊ ????

15:05  
Anonymous Anónimo said...

aqui vai uma boa sugestao...para começar

http://movimentosocial.blogs.sapo.pt/


bjs

lucia lima

15:40  
Blogger Humor Negro said...

De acordo. Estou neste momento a mudar a minha empresa para Espanha.

17:05  

Enviar um comentário

<< Home