27 agosto 2009

O gajo ouvia isto?

Muitas vezes vou no carro a ouvir música bem alto e dou por mim a pensar: e se me espetar agora? E se morrer e a música continuar a tocar?
Sei que não é um pensamento reconfortante, nem tão pouco profundo para dizer a verdade, mas o facto de pensar que a banda sonora que me definirá será alguma música foleira que por acaso até gosto e que por acaso até estava a ouvir naquele momento é algo que me assusta e assombra.
Não imagino o desastre em sim, antes o meu corpo inerte, pessoas a aproximarem-se e o "Cu Cu Ru Cu Cu" do Julio Iglesias a tocar em fundo, bem alto. Se fosse eu desatava-me a rir.
Não dá.
Esses vultos desconhecidos pensariam automaticamente: "o gajo ouvia isto? Foda-se, que foleirada". Secretamente até deixariam escapar um "porra, não se perde nada".
Pior é pensar que são amigos ou conhecidos que se debruçam sobre mim. Eu que até sou um gajo ecléctico, imagino o largo sorriso perante o meu corpo ensanguentado ao som do "She's all I ever had" do Ricky Martin. Nesse momento julgo que as minhas derradeiras forças seriam para tentar alcançar o rádio e mudar de música para algo que melhor me definisse ou algo mais "in" tipo Radiohead, Lenny Kravitz, Bob Marley ou qualquer coisa do género.
Inevitavalmente é o que acabo por fazer, ainda em vida e regressando à realidade. Mudo de faixa, pelo sim pelo não. Não vá morrer na próxima esquina e a memória que deixe ser o "Rock me Amadeus" do Falco.
Eu sei que sou doente.
My bumper sticker

6 Comments:

Blogger ecila said...

Estou a pensar isso em relação ao livro "O Segredo" que se encontra debaixo da minha mesa de cabeceira e que li um terço apenas (reacção alérgica). Tenho-o ali juntamente com outros desgraçados meio lidos e um dia, se me der uma coisinha má, vão vê-lo ali tão perto da cama e pensar "xiii...afinal..." A ver se não me esqueço logo à noite de o tirar de lá! ;-)

15:40  
Blogger G! said...

é melhor ter sempre uma cópia da Bíblia na mesa de cabeceira...nunca se sabe

17:40  
Blogger Johnnie Walker said...

Eh eh, muito bom, brilhante post!

Nunca ninguém pensa neste lado. "Leave fast, die young, leave a beautiful corpse and if possible a decent music playing on the radio".

Se calhar o trânsito dos curiosos quando há um acidente se calhar é só a preocupação legítima do "deixa lá ver o que é que este gajo estava a ouvir!" ou "O INEM nunca mais chega e este gajo está a esvair-se em sangue, mas ao menos a música está du best!"

Pelo sim pelo não, esconde as cassetes do Tony Carreira e deita fora o pinheiro de deitar cheiro.

um abraço bro

19:02  
Blogger b said...

isto quer dizer que devia esconder o coração de peluche que tenho pendurado no retrovisor? oh...mazé tão, tão fofiiiinho....eheh!!!

11:36  
Blogger purita said...

excelente!:D

09:53  
Blogger Ysse said...

Acho que essas coisas não me preocupam.

Esqueceste-te de uma coisa, sabias?
Estás a ouvir rádio, na hora do impacto ouvias uma música pimba, quando te encontarem estão a ouvir a música que o teu rádio tocar...

De qualquer modo se ouves CD'S ou ligas o ipod ao carro, o caso poderá mudar de figura.

"Beltrano ouvia isto?" OMG


Pronto há mais doentes :P

02:25  

Enviar um comentário

<< Home