30 junho 2009

Triste felicidade

De acordo com o estudo "Necessidades em Portugal - Tradição e Tendências Emergentes", os portuguêses podem ser classificados como pobres, desmobilizados, mas, apesar disso, felizes.

Os altos níveis de satisfação e felicidade revelados por este estudo são, acima de tudo, uma tristeza.

Só um povo terceiro mundista, mentecapto e abdicante da sua própria razão de ser e existir é que se pode considerar feliz num país como Portugal.

Só um povo pobre de espírito se pode considerar satisfeito e feliz perante a sua própria pobreza e limitação.

10 Comments:

Blogger ecila said...

Os alemaes têm (quase) tudo para serem felizes. Mas na sua maioria nao sao. E porquê? Porque, como todos, precisam de sol, porque precisam de emocao, de criar lacos, de comer bem, de espontaneadade. O cérebro tem os seus caprichos evolutivos e nem sempre batem a lógica do racional. É por isso que vejo os portugueses (e também os espanhois, os chineses, etc) muito mais felizes do que os alemaes. É uma questao de quantidade de sorrisos e risada por metro quadrado povoado ;-)

13:59  
Blogger G! said...

...a riqueza é inversamente proporcional à felicidade?

e pobreza de espírito, de cultura, de sociedade, de costumes...não têm peso na satisfação de um povo?

14:32  
Blogger Catwoman said...

Concordo com o "comer bem!"...Eu sei o que nao comer faz a uma pessoa.

Qto à felicidade...Who Knows what it is..é um conceito inventado para nunca ninguém estar satisfeito com o que tem. Há quem seja feliz com pouco, há quem seja miserável tendo "tudo".

Por acaso acho que os portugueses até saõ pouco exigentes no que toca ás suas vidas porque aprenderam a se contentar com o que há que é pouco...

14:55  
Blogger G! said...

pois, mas o aprender a contentar-se pode ser um pouco limitador e redutor.

15:08  
Blogger Catwoman said...

pois pode...mas ser ganancioso tb pode dar mau resultado...

18:32  
Blogger purita said...

pobre, mas feliz não era um mote da velha senhora?:)

23:10  
Blogger ecila said...

Talvez a riqueza seja inversamente proporcional ao bom tempo... nao sei, mas se puserem uns quantos países democraticos, uns a norte e outros a sul...quem é que fica mais rico?

23:45  
Blogger Catwoman said...

nao há dúvida que o bom tempo ajuda senao Cuba...O Fidel já tinha marchado há cem anos..
Olha se Cuba fosse na Sibéria...O Buena Vista Social Siberian Club a cantarolar cá fora com -40º...
hehe...
Eu qdo estou no Brasil fico transfigurada até mesmo fisicamente tal é a felicidade...pelo menos até ao dia antes de me terem apontado um canhao à cabeça..mas enfim..

00:14  
Blogger G! said...

Buena Vista Siberian Club, não me parece que tivesse o mesmo resultado.

Talvez a felicidade seja proporcional ao bom tempo, mas no seu meio termo. No entanto, vejo os suecos mais felizes que os africanos.

E o bom tempo é inversamente proporcional à riqueza?

16:41  
Blogger Catwoman said...

Bom bom é bom tempo e um Iatezito no meio do mar...já agora com o Robert attached...

13:48  

Enviar um comentário

<< Home