27 maio 2008

Vicissitudes

O sapato jazia ali, único e esfarrapado, no meio da estrada. Alguém o tinha feito, alguém tinha depositado nele algumas esperanças, alguma paixão, por menores que fossem, e agora estava por ali, inerte e vazio, à chuva, cambaleando a cada toque dos carros, amorfo e solitário, separado do seu par.

2 Comments:

Anonymous Anónimo said...

credo!

mto boa musica as always...adoro a letra.
nem sempre é facil pormo-nos no lugar dos outros..
aliás é praticamente impossivel.
Lamentávelmente.
We are all alone.

bjs
camomila

15:39  
Blogger Os_meus_rabiscos said...

Alguém lá tinha enfiado um pé num caminho de esperanças, levado por mapa de escolhas... E depois o vazio, o abandono...
Gostei...

10:25  

Enviar um comentário

<< Home