27 maio 2010

Carta aberta a todos os Grupos Parlamentares.

"A crise, infeliz e visivelmente, é só para alguns.
Exmos. Senhores Deputados,

Num tempo que ser quer de aperto e de constrição, em que é pedido à generalidade do povo português que se sacrifique individualmente em nome de um futuro geral melhor, eis se não quando me chega hoje às mãos o Despacho nº 8278/2010 proveniente do Gabinete do Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais.

Este despacho nomeia a licenciada Mafalda Coelho Moreira para a realização de "consultas e estudos de natureza técnico-jurídica" no gabinete do Secretário de Estado a troco de uma remuneração mensal de 4.088 Euros, à qual acresce o IVA à taxa legal em vigor.

Não sei que consultas e estudos são esses, nem conheço pessoalmente a Sra. Dra. Mafalda Moreira, mas por amor de Deus, 4.088 Euros?

Mais uma vez assiste-se à triste verificação do que os Senhores Políticos, todos vós, mostram uma face ao povo e revelam outra nos calabouços da Assembleia. É isso que realmente pretendem? Assistir ao lento e perturbador definhar da democracia neste país pelo simples facto de a classe política passar unicamente a defender a sua classe e não as restantes, todas as restantes?

Pessoalmente é com vergonha, revolta e profunda mágoa que assisto ao trabalho de V.Exas. Vergonha de serem vocês a representar e governar esta grande Nação, revolta pelos contínuos actos de gestão lesiva dos dinheiros públicos e mágoa por reconhecer que nada se altera, tudo permanece e que os Senhores Deputados, passados, actuais e futuros continuarão a aproveitar-se do seu "estatuto" para ludibriar a opinião pública de forma clara e impune.

Tenham um pouco de brio no vosso trabalho. Acordem pela manhã e não pensem nos vossos motoristas ou nas viagens em primeira classe que todos nós alimentamos a contragosto, pensem antes no bem comum, no futuro, numa utopia em que os portugueses poderiam viver sem continuamente serem emitidos despachos como o nº 8278/2010 proveniente do Gabinete do Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais.

A única coisa que V. Exas. mostram a Portugal é que, na realidade, isto não passa de um regabofe, um salve-se quem puder e enquanto puderem vão continuar o assalto ao Banco da Nação. Enquanto dura este roubo ininterrupto, os trabalhadores deste país, os pedreiros, os padeiros, as caixas de supermercado, os portageiros, os empregados de restaurante, os enfermeiros e tantos tantos outros, continuarão a afundar-se nas areias movediças que os Deputados de República insistem em agitar.

Dito isto: parabéns à Mafalda Moreira. Gostaria de ter acesso ao Curriculum desta ilustríssima jurista e fico ansioso por ter acesso às suas consultas e estudos. Estou certo que a seguir a uma profunda leitura dos mesmos vou continuar envergonhado, revoltado e profundamente magoado.
Piores cumprimentos. "

7 Comments:

Anonymous Inkurrecto said...

Não é que fizesse muita diferença, mas se calhar enviar este texto directamente aos destinatários era capaz de ter mais impacto. Fez-me lembrar aquelas pessoas que se acham vítimas de um mau serviço, reclamam alto e bom som, incomodando todos em redor mas nunca pedem o livro de reclamações para assumir o que dizem.

16:09  
Blogger G! said...

Inkurrecto, bem vindo.

Enviar aos Grupos Parlamentares todos já me parece adequado, sendo que o envio aos próprios iria, obviamente, cair em saco roto...

Agora mais vale fazer isto do que nada fazer, digo eu. Qual é o teu contributo para que as coisas se alterem? Ou não queres que as coisas se alterem?

Se todos os que pensam que "não faz a diferença" se juntassem, faria certamente alguma diferença.

Eu por mim, estou farto de ser gozado por políticos que nos (des)governam e armam-se em santinhos para os media.

Ah...e eu quando reclamo, sei que tenho razão, e não sou atendido conforme, peço sempre o livro de reclamações.

Existe um livro de reclamações na Assembleia? Olha que até nem era má ideia.

17:02  
Blogger ecila said...

Obrigada por publicares a carta

17:12  
Blogger G! said...

Informo que o único partido que respondeu à minha carta foi o CDS-PP pela voz do Sr. João Casanova de Almeida.

Justiça lhe seja feita.

Obrigado.

10:07  
Blogger G! said...

Resposta do PSD:
"Acusamos a recepção do e-mail de V. Exa. sobre o assunto em epígrafe, que agradecemos.
Com os melhores cumprimentos,
António Luís Romano de Castro"

Não sei sequer como foram capazes de tanto disertar...

E assim continua o lento e progressivo afastar dos políticos e dos cidadãos que os elegem.

11:57  
Blogger Ysse said...

Todos nós podemos, devemos e é um direito que ainda nos assiste, de desabafar. Quem não quiser ler ou ouvir tem também esse direito . Eu pessoalmente gosto de ler e ouvir.

O português só se preocupa com as coisas, quando já não há solução, a prevenção deve de ser a palavra menos usada neste País.

O Politico conta com a distração da nação. Esquecendo-se que também faz parte dela.

Na AR nunca poderia haver um livro de reclamações, os livros de reclamações são para reclamar de serviços ! ;)
Estou a brincar mas começo a pensar nas Mafaldas que se tem governado ao longo das décadas e contribuiram para que chegassemos onde estamos !

02:14  
Anonymous Anónimo said...

Cá está ele:
http://pt.linkedin.com/pub/mafalda-moreira/b/14/b31

12:35  

Enviar um comentário

<< Home