26 maio 2009

Marinada

Finalmente a Manuela ouviu alto e bom som aquilo que todos dizem em surdina, ou talvez não.
Em directo e a cores, qual promoção do novo CD do Quim Barreiros, a suposta entrevista ao Bastonário virou lançamento do bastão, com Moura Guedes a levar com ele. Um verdadeiro bacalhau à portuguesa.
Há anos que abomino o estilo jornalístico do nosso Joker nacional e nunca percebi porquê é que muitos dos seus entrevistados se vergam à sua desfaçatez e falta de sentido deontológico e profissional.
Marinho Pinto, goste-se ou não, tem o dom de colocar sempre, estratégica e voluntariamente, o dedo na ferida. Se fosse médico era daqueles que carrega com força na nódoa negra e pergunta "é aqui que dói?". Pode não se gostar, mas é da maneira que não restam dúvidas que é mesmo ali.
Manuela é, por seu lado, a jornalista de guerra que, em vez do bloco de notas e da câmara, leva a sua Kalachinkov e a Luger para a zona de combate. Só não vai de tanque porque a TVI ainda não é a CNN. Num circo seria o palhaço rico, aquele que faz parte do espectáculo, mas de quem ninguém gosta. O palhaço a quem as crianças atirariam com agrado alguns tomates podres e a quem os adultos simplesmente remetem à sua insignificante existência.
Parabéns Marinho! Parabéns pelo seu estilo frontal e populista.
Por vezes, e infelizmente acontece pouco, as verdades são mesmo para serem ditas, doa a quem doer, e da forma ríspida e frontal como o fez.
I say bravo to you sir, bravo.

2 Comments:

Blogger marga said...

hola, gracias por tu visita!
;-)
saludos :))

21:40  
Blogger purita said...

ela mereceu e bem!

11:48  

Enviar um comentário

<< Home