29 junho 2006

A (pesada) Herança

No concurso "A Herança", que passa em horário nobre na RTP1, sempre achei um pouco absurdas as palavras escondidas por trás de 5 imbecís indícios cuja interpretação é tão vasta quanto o cabelo do Carrilho transporta de laca. Muito, portanto.
Na edição de ontem entre outras pistas mais "facilmente" enquadráveis, havia a palavra "oriente". O que tínhamos que adivinhar, e sublinho que o tempo disponível é de 30 segundos, era a palavra "gare", mas não só. Depois de descobrir "gare", pronto não é assim tão difícil, mas "oriente" podia conduzir a muitas outras interpretações, tínhamos que pôr os nossos cerebelos a funcionar à velocidade da luz e recordar que a dita Gare do Oriente foi projectada pelo arquitecto espanhol Santiago Calatrava (eu por mim fiquei a saber).
Tendo em conta que dois dos outros indícios eram "caminho" e "ordem", os outros dois não me recordo, a palavra a descobrir era ......."SANTIAGO".
Fácil portanto.
O que mais abomino vem a seguir: aquele ar abestalhado e bronco do Malato e dizer "Oooooo ..... e era tão fácil, não era Felisberta?" como quem diz que se tivesse do lado de cá descobria tudo em 2 milésimos de segundo e que aproveita a deixa para fazer a concorrente sentir-se como uma feze humana.
Cá por mim simplificava as coisas do género: Indício: Sal - Palavra: Mamífero - Racocínio: O sal vem de onde? do mar, o mar onde habitam quem? os golfinhos, os golfinhos não são peixes, são ........ mamíferos. Prontos. E se juntarmos a isto as palavras: Biologia, Ar, Orgão e Manuel Maria Carrilho, está de caras que a palavra é "Mamífero" (embora tenha sérias dúvidas que o último o seja, a mim sempre me pareceu mais da família dos moluscos, invertebrados e acéfalos).
Tudo isto em 30 míseros segundos.

7 Comments:

Blogger Afonso said...

Bela crítica contundente

Abraços,

15:11  
Blogger Abc Dário said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

17:58  
Blogger Humor Negro said...

A partir do momento que ouvisse Carrilho, só me lembraria de Estreptococo, e perderia sublimemente o concurso.

17:58  
Blogger Catwoman said...

Eu gosto muito do Carrilho ou
em inglês Carralho, ser um molusco.
Porque ele é de facto um molusco.
Ele arrasta-se.
Eu se ouvisse carrilho, só me lembraria mesmo era do carralho.

02:55  
Blogger Bluedog said...

G! no seu melhor ! Pelo menos tem um efeito terapêutico óptimo, pois as poucas vezes que vi o mencionado programa a minha autoestima ficou muito em baixo: senti-me completamente BURRO !!! Ah G!, aquele abraço, afinal não sou só eu............

17:49  
Anonymous Anónimo said...

Very pretty site! Keep working. thnx!
»

22:47  
Anonymous Anónimo said...

Hi! Just want to say what a nice site. Bye, see you soon.
»

02:21  

Enviar um comentário

<< Home